PT | EN | BR

5 dicas para aumentar a interação no Instagram

Estar presente e ter uma audiência no Instagram não é suficiente. É necessário que as pessoas estejam envolvidas e que interajam com os conteúdos. Fica a conhecer as dicas que temos para te dar!   J

10 janeiro, 2023 https://boomer.pt/ JOANA PEREIRA Foto de Oladimeji Ajegbile: https://www.pexels.com/pt-br/foto/homem-de-blusa-branca-com-decote-redondo-levantado-e-mao-esquerda-3314294/

Estar presente e ter uma audiência no Instagram não é suficiente. É necessário que as pessoas estejam envolvidas e que interajam com os conteúdos. Fica a conhecer as dicas que temos para te dar!

 

Já há muito tempo que o Instagram deixou de ser um simples álbum de fotografias digital, onde os utilizadores partilhavam, através de fotografias e vídeos, momentos do seu dia-a-dia com os seus seguidores. Com a popularização da plataforma e com o número de utilizadores a crescer constantemente, os negócios começaram a perceber que, investindo esforço, recursos e tempo, o Instagram pode ser uma ferramenta poderosa e que pode ajudá-los a construir a sua marca e uma audiência no digital.

No entanto, para alcançar bons resultados, ter uma audiência não é suficiente. É necessário que as pessoas estejam envolvidas com a marca e que interajam com os conteúdos. É através desta interação – dos comentários, das partilhas ou do número de vezes que a publicação foi guardada – que as marcas conseguem perceber se os conteúdos que estão a produzir e a partilhar estão a ter impacto nas pessoas que o veem.

Se o teu objetivo para este ano é aumentar as interações da tua marca no Instagram, continua a ler este artigo e fica a conhecer as 5 dicas que temos para te dar:

1. Aposta as tuas fichas nas stories

Se o objetivo é aumentar a interação da tua marca no Instagram, produzir mais conteúdos para as stories é um começo. Segundo um estudo de caso feito pela Social Insiderem 2021, o número de partilha de stories duplicou relativamente ao ano anterior. Isto deve-se, essencialmente, à necessidade das marcas de diversificarem a estratégia de conteúdos, de darem a conhecer a essência da marca e de perceberem o retorno que este formato lhes traz.

Assim, se também pretendes dar uma nova vida à tua estratégia de conteúdos e apostar na produção de mais conteúdo nas stories, deixamos-te três dicas que te vão ajudar a aumentar a interação da tua marca no Instagram:

 

  1. Usa stickers: são ferramentas nativas do Instagram e excelentes aliados para promover a interação. Existem várias opções, desde sondagens a questionários, e ainda as ligações. Percebe qual se enquadra melhor naquilo que queres partilhar;
  2. Partilha um storyboard: apesar de ser um tipo de conteúdo que requer planeamento, a probabilidade de teres seguidores envolvidos e interessados em ver o conteúdo até ao fim é maior. Além de que a mensagem é, geralmente, mais clara e composta por princípio, meio e fim;
  3. Hashtags: as hashtags nos stories também funcionam lindamente. Ajudam a aumentar o alcance e permitem que o conteúdo seja descoberto por novos públicos. Isto porque, quando um utilizador procura por uma hashtag no Instagram, se a mesma for relativamente grande, terá a possibilidade de não só ver as publicações de feed associadas a essa hashtags, como também de visualizar as stories ativas em tempo real associadas a essa hashtag, inclusive as tuas.

2. Usa e abusa dos carrosséis

Para os mais distraídos, o carrossel é um formato que te permite partilhar até dez imagens por publicação. É utilizado, maioritariamente, quando se pretende partilhar conteúdo mais informativo ou storytelling, o que o torna mais propício a ser partilhado, guardado ou a receber mais interações. No entanto, por ser um formato versátil, não está limitado a este conteúdo e, com a estratégia certa, pode ajudar-te a atingir os teus objetivos no Instagram, sejam eles aumentar o alcance, aumentar a interação, chegar a novos públicos ou aumentar as tuas vendas.

3. Aposta em reels

No final do ano passado, o Instagram anunciou que o objetivo para o novo ano era melhorar os recursos de messaging e de vídeo e, como tal, logo no início deste ano, assistimos a uma série de testes a novas features alinhadas com esta premissa.

 

Foi introduzida a monetização de reels – que só veio incentivar (ainda mais) à produção deste formato –, apresentou updates que dão mais opções de edição dos vídeos e, mais recentemente, começaram a testar um modelo de apresentação de conteúdos onde as publicações ocupam mais ecrã (muito orientada para vídeo) e vão, ainda, começar a apresentar mais sugestões de reels no feed inicial dos utilizadores.

 

Com os holofotes, claramente, virados para os reels, é fácil perceber que o algoritmo da plataforma joga a favor de quem dá preferência a este formato – e os resultados podem chegar em forma de novos seguidores e de um aumento dos níveis de interação.

 

Se ficaste curioso e te vais aventurar na produção de reels, deixamos-te com alguns insights:

 

  • Os reels que mostram pessoas têm melhores resultados;
  • A música faz toda a diferença. Garante que escolhes uma música ou áudio da biblioteca do Instgram;
  • Partilhar o reels nas stories ajuda a aumentar o número de visualizações;
  • Ainda há muitos utilizadores a assistir a vídeo sem som, por isso, adicionar legenda vai ajudar a reter mais visualizações;
  • Partilha o teu reels no teu feed e, se quiseres, escolhe uma capa para o vídeo para que combine com o resto da tua

4. Coloca a tua marca nos olhos do mundo

Promover os teus conteúdos é uma forma fácil de gerar mais interações e, quando bem planeado e pensado, pode até dar-te um empurrãozinho no crescimento do número de seguidores.

Existem milhões de utilizadores ativos no Instagram e não sabes se o teu próximo cliente não está por aí à espera de descobrir o melhor que a tua marca tem para lhe oferecer. Tudo o que precisas de fazer é dar uma mãozinha!

Resumindo, dar boost às tuas publicações pode ser uma estratégia para chegar às pessoas certas.

5. Usa hashtags relevantes

As hashtags são, inquestionavelmente, uma estratégia de alcance.

Porém, maior alcance, geralmente, acaba por traduzir-se em números de interação mais altos.

Por isso, se ainda te questionas se deves ou não apostar tempo e esforço nas hashtags, segue o nosso conselho e começa a incluí-la na tua estratégia!

A verdade é que não existem atalhos rápidos. É necessário investir tempo a produzir bons conteúdos, a incentivar a participação da comunidade e a interagir com os seguidores. Ao fazê-lo, os resultados, certamente, chegarão. Se precisas de ajuda com a tua estratégia de redes sociais, fala connosco. Podemos ajudar-te ?

A internet desenvolve-se e renova-se ao micro segundo, tornando a verdade de agora, informação desatualizada daqui a minutos, horas ou dias. Daí que todas as informações presentes neste artigo são consideradas válidas e atualizadas à data da sua publicação.

Artigos Recentes

Funil de vendas: o que é e como pode beneficiar os seus resultados

O funil de vendas é uma metodologia essencial para orientar e otimizar o processo de vendas de qualquer negócio. Ao compreender como funciona e como pode ser aplicado, poderá aumentar a eficiência das suas estratégias de marketing e vendas, convertendo mais leads em clientes satisfeitos. 1. O que é um funil de vendas?  O funil de vendas é um modelo visual que representa as etapas pelas quais um consumidor passa durante o processo de compra. Ele é dividido em três principais estágios: topo, meio e fundo de funil (ou awareness, consideration e decision, em inglês). Cada estágio corresponde a uma fase específica da jornada do cliente, desde a descoberta do problema até a decisão de compra. 2. Benefícios de um funil de vendas bem estruturado a) Melhor qualificação de leads: ao utilizar um funil de vendas, é possível qualificar melhor os leads com base nas suas interações com a marca. Isso permite que a equipa de vendas dedique mais tempo aos leads que têm maior probabilidade de se tornarem clientes. b) Aumento da taxa de conversão: com um funil de vendas eficaz, pode guiar os leads pelo processo de compra de maneira mais eficiente, aumentando assim a taxa de conversão de leads em clientes pagantes. c) Melhor alinhamento entre marketing e vendas: O funil de vendas promove um alinhamento mais estreito entre os departamentos de marketing e vendas, garantindo que ambos trabalhem em conjunto para alcançar metas comuns e maximizar os resultados. 3. Como implementar um funil de vendas  Para implementar um funil de vendas eficaz, é essencial entender o comportamento do seu público-alvo, mapear os seus percursos de compra e criar conteúdos relevantes para cada estágio do funil. Utilize ferramentas de automação de marketing para acompanhar e nutrir leads ao longo do processo. Adotar um funil de vendas bem estruturado pode transformar significativamente os resultados do seu negócio, proporcionando maior previsibilidade, eficiência e ROI nas suas estratégias de marketing e vendas. Descubra como a Webhouse pode ajudar a implementar um funil de vendas personalizado para o seu negócio. Visite o nosso website para conhecer os nossos serviços de marketing digital e veja o seu negócio brilhar na internet.

Vale a pena investir em influenciadores digitais para o seu negócio?

Nos últimos anos, os influenciadores digitais emergiram como figuras poderosas no mundo do marketing. Com milhões de seguidores ávidos por suas recomendações e opiniões, eles têm o potencial de impactar significativamente a visibilidade e reputação de uma marca. Mas será que investir nessa estratégia é realmente vantajoso para o seu negócio? Saiba tudo neste artigo. O papel dos influenciadores no marketing moderno Os influenciadores digitais se tornaram uma ponte vital entre marcas e consumidores, especialmente nas redes sociais. Eles não apenas ampliam o alcance das mensagens de marketing, mas também estabelecem conexões autênticas com os seus seguidores, baseadas em confiança e afinidade. Segmentação e alcance preciso  Uma das grandes vantagens dos influenciadores é a capacidade de segmentar públicos específicos. Ao escolher um influenciador cujo nicho e valores se alinham com os da sua marca, pode atingir um público altamente relevante, aumentando as oportunidades de conversão e engajamento. Credibilidade e autenticidade  Os consumidores modernos valorizam a autenticidade acima de tudo. Influenciadores que mantêm uma voz autêntica e transparente conseguem influenciar decisões de compra de maneira mais eficaz do que a publicidade tradicional. Isso porque os seus seguidores confiam nas suas opiniões e recomendações como se fossem de um amigo próximo. Medindo o retorno sobre o investimento (ROI) Assim como qualquer estratégia de marketing, é crucial medir o ROI ao colaborar com influenciadores digitais. Ferramentas analíticas podem ajudar a avaliar o impacto das campanhas, monitorar o engajamento e calcular o retorno financeiro sobre o investimento realizado. Investir em influenciadores digitais pode ser uma estratégia valiosa para ampliar a visibilidade da sua marca, alcançar novos públicos e construir uma comunidade engajada. No entanto, é essencial escolher os influenciadores certos e alinhar as suas campanhas com os objetivos da sua empresa. Em busca de orientação especializada para implementar uma estratégia eficaz de marketing digital? Conte com a Webhouse para maximizar o potencial do seu negócio na era digital. Descubra como podemos ajudar a sua marca a prosperar no universo online. Visite o nosso website para saber mais sobre os nossos serviços de marketing digital e eleve a sua marca para o próximo nível.

Como criar uma estratégia de e-mail marketing eficaz

O e-mail marketing continua a ser uma das ferramentas mais poderosas e rentáveis no arsenal do marketing digital. Contudo, para ser eficaz, é crucial desenvolver uma estratégia bem planeada que garanta a entrega da mensagem certa à pessoa certa, no momento certo. Neste artigo, vamos explorar os passos essenciais para criar uma estratégia de e-mail marketing que gere resultados positivos para o seu negócio. Conheça o seu público-alvo O primeiro passo para criar uma estratégia de e-mail marketing eficaz é conhecer bem o seu público-alvo. É fundamental segmentar a sua lista de contactos com base em critérios como idade, localização, interesses, comportamento de compra, entre outros. Esta segmentação permitirá enviar mensagens mais personalizadas e relevantes, aumentando a probabilidade de engajamento. Exemplos de segmentação Demográfica: idade, género, localização. Comportamental: histórico de compras, interações anteriores com os e-mails. Interesses: preferências declaradas, categorias de produtos mais visitadas. Crie conteúdos relevantes e atraentes O conteúdo dos seus e-mails deve ser de alta qualidade e relevante para os seus destinatários. O objetivo é capturar a atenção do leitor desde o assunto do e-mail até ao corpo da mensagem. Utilizar um design apelativo e uma chamada à ação (CTA) clara e objetiva são elementos-chave para o sucesso do e-mail. Dicas para criar conteúdos eficazes Assunto do e-mail: breve, direto e intrigante. Personalização: use o nome do destinatário e adapte o conteúdo às suas preferências. Visual: inclua imagens de alta qualidade e um design responsivo. CTA: deve ser visível e motivar a ação desejada (ex.: "Saiba mais", "Compre agora"). Teste e otimize as suas campanhas Testar diferentes elementos das suas campanhas de e-mail marketing é crucial para identificar o que funciona melhor. Isto inclui testar o assunto do e-mail, o design, a mensagem e o timing. A análise dos resultados permitirá ajustar e otimizar as campanhas para obter melhores resultados. Elementos a testar A/B Testing: teste diferentes versões de um e-mail para ver qual performa melhor. Timing: envie e-mails em diferentes dias e horários para identificar o momento ideal para a sua audiência. Design e layout: experimente com diferentes designs para ver qual atrai mais cliques. Acompanhe e analise os resultados A medição dos resultados é essencial para compreender a eficácia da sua estratégia de e-mail marketing. Utilize ferramentas de análise para monitorizar métricas como a taxa de abertura, a taxa de cliques, a taxa de conversão e o retorno sobre o investimento (ROI). Esta análise permitirá ajustar a sua estratégia e melhorar continuamente os resultados. Principais métricas a monitorizar Taxa de abertura: percentagem de e-mails abertos relativamente ao total enviado. Taxa de cliques: percentagem de destinatários que clicaram em links no e-mail. Taxa de conversão: percentagem de destinatários que completaram a ação desejada após clicar no e-mail. ROI: retorno financeiro gerado pelas campanhas de e-mail marketing. Criar uma estratégia de e-mail marketing eficaz requer tempo, esforço e uma compreensão profunda do seu público-alvo. Seguindo os passos mencionados, estará no caminho certo para desenvolver campanhas que não só capturam a atenção dos seus destinatários, mas também impulsionam o engajamento e as conversões.   Precisa de ajuda para criar uma estratégia de e-mail marketing eficaz? A Webhouse está aqui para elevar o marketing do seu negócio com soluções personalizadas e estratégias inovadoras. Contacte-nos hoje e comece a ver resultados!

Cuidados com mensagens falsas nas redes sociais

As redes sociais tornaram-se uma parte essencial da nossa vida quotidiana, especialmente para empresas que utilizam essas plataformas para se conectar com clientes e expandir a sua marca. No entanto, com a popularidade crescente, também aumentaram os riscos associados a mensagens fraudulentas. Recentemente, vários perfis empresariais têm sido alvo de e-mails e mensagens falsas que ameaçam a exclusão de contas por supostas violações de políticas. Este artigo visa alertar sobre esses perigos e fornecer dicas para identificar e evitar essas fraudes. Verifique o remetente Uma das maneiras mais eficazes de identificar uma mensagem fraudulenta é verificar o remetente. Mensagens genuínas das plataformas de redes sociais são enviadas de contas oficiais, geralmente verificadas. Contas suspeitas ou endereços de e-mail estranhos, muitas vezes, são um sinal claro de fraude. Se receber uma mensagem de uma fonte desconhecida, investigue a legitimidade da conta antes de tomar qualquer ação. Desconfie de links Mensagens fraudulentas frequentemente incluem links que podem levar a sites maliciosos ou solicitar informações sensíveis. É crucial evitar clicar em qualquer link presente em mensagens suspeitas, especialmente se forem encurtados ou não parecerem seguros. Antes de clicar, passe o cursor sobre o link para ver o URL completo e, se tiver dúvidas, aceda ao site diretamente através do seu navegador em vez de usar o link fornecido na mensagem. Consulte as políticas oficiais Conhecer as políticas oficiais da plataforma que utiliza é fundamental para garantir que a sua conta está em conformidade. As plataformas de redes sociais, como o Facebook, Instagram e LinkedIn, têm diretrizes claras sobre o comportamento aceitável e as medidas que tomam em caso de violação. Se receber uma mensagem sobre a violação de políticas, consulte diretamente as políticas oficiais no site da plataforma antes de responder ou tomar qualquer ação. Acesse as configurações da sua conta Manter as configurações da sua conta empresarial atualizadas é uma maneira importante de se proteger contra fraudes. Certifique-se de que todas as informações de segurança, como autenticação de dois fatores, estão ativas. Regularmente, reveja as configurações de segurança e privacidade da sua conta para garantir que não haja acessos não autorizados ou mudanças suspeitas.   A vigilância é a sua melhor defesa contra tentativas de fraude nas redes sociais. Ao verificar remetentes, desconfiar de links, consultar as políticas oficiais e manter as configurações da sua conta em ordem, pode proteger a sua presença online e evitar ser vítima de mensagens fraudulentas. Na Webhouse, estamos comprometidos em ajudar a sua empresa a manter-se segura e bem-sucedida no mundo digital. Entre em contacto connosco para saber mais sobre como podemos melhorar a sua estratégia de marketing e proteger a sua marca online.   

Quanto custa fazer um website em Portugal?

Esta é uma pergunta frequentemente formulada por quem procura criar uma presença online através do desenvolvimento de um website. Na verdade, a maior parte das pessoas, particularmente de áreas não relacionadas com informática, não tem uma noção sobre quanto custa o desenvolvimento de um website.   Como é o website que precisa? Este é um aspeto fundamental para poder estimar o preço de desenvolvimento de um website. Não é possível fazer uma estimativa sem saber, com algum detalhe, qual o tipo de website e conteúdo que este irá conter. O valor poderá variar muito, desde as centenas de euros até aos milhares, por isso, é necessário saber em mais pormenor como será o website. Naturalmente websites que necessitem de funcionalidades mais complexas tenderão a ter um preço de desenvolvimento mais elevado. Por outro lado, websites mais simples, apenas com texto e algumas imagens, tendencialmente terá um custo inferior. O desenvolvimento de um website de jogo e apostas online, por exemplo, cairá na primeira categoria referida acima. Por outro lado, um website institucional típico, com uma página de "Quem Somos", "Serviços" e "Contatos" já faria do tipo de websites com um preço tendencialmente inferior. A Web House poderá ajudá-lo em ambos os cenários, conheça mais detalhes na página do serviço de desenvolvimento de websites.   Empresas VS Freelancers Uma decisão importante que também deverá tomar é a quem pretende entregar o desenvolvimento do seu website. Esta decisão poderá também ter um impato no seu custo de desenvolvimento. Genericamente falando, neste aspeto as opções mais habituais costumam ser: uma empresa ou programador freelancer. A vantagem da primeira é que terá uma equipa dedicada ao desenvolvimento do seu projeto. Da equipa, além de programadores, podem também fazer parte designers, o que pode permitir uma abordagem mais profissional e completa ao seu projeto. Associado a uma qualidade de serviço superior, naturalmente, também é habitual estar associado um custo mais elevado. Com respeito à segunda opção, esta poderá ser menos dispendiosa, mas fica todo o seu projeto fica dependente apenas de uma pessoa. Obviamente, como em todas as áreas, haverá muito boas empresas e muito bons freelancers, pelo que, aqui a palavra chave é: procurar. Peça várias propostas e analise qual lhe parece mais vantajosa para si. Não deve olhar apenas ao preço mas ao profissionalismo e competência que cada empresa/freelancer lhe demonstrou.   Custos fixos anuais Além do desenvolvimento inicial do website, está sempre associado um custo fixo anual que o proprietário do website terá de suportar. Algumas pessoas desconhecem este facto mas este é um custo incontornável. Um website terá sempre de estar alojado nalgum servidor, e esse servidor terá um custo anual associado. Por outro lado, ao desenvolver um website também é imprescindível ter um domínio, do género omeunegocio.pt. Todos os domínios necessitam também de uma renovação com o passar do tempo. A maior parte das vezes esta renovação é anual. Agora as boas noticias, estes custos apesar de fixos costumam ser relativamente baixos. Habitualmente são pagos uma vez por ano e o seu valor raras vezes tem um peso significativo nas contas anuais de um negócio.   Conclusão O preço de desenvolvimento de um website pode ser bastante variável. Este está diretamente dependente do tipo e quantidade de conteúdo que o website terá. O mais aconselhável é que peça várias propostas diferentes para poder comparar e concluir qual é a mais vantajosa para o seu caso. Precisa de um orçamento personalizado para a construção de um website para o seu negócio? Entre em contacto com a Webhouse. Aceda agora webhouse.pt e fale connosco.
2024 Webhouse.pt | Todos os direitos reservados.
Política Privacidade | Resolução de Conflitos | Uso de Cookies
Livro Reclamações
Criado com  por Webhouse.pt
Eu aceito
Este website utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao prosseguir com a navegação, está a concordar com a sua utilização. Saiba mais
Contacto no WhatsApp
Contacto no Messenger